29 de agosto de 2009

O ADEUS DO POVO A DALVA

A morte não apagou a Estrela.




Três dias antes de morrer, Dalva pressentiu o fim e, pela primeira vez, em sua longa agonia de quase três meses, falou da morte. Ela tinha um recado para sua amiga Dora Lopes, que a acompanhou no hospital: “Quero ser vestida e maquilada, como o povo se acostumou a me ver. Todos vão parar para me ver passando. ”

A homenagem emocionante das pessoas que vararam a madrugada de 30 de agosto, quinta-feira, desfilando diante do caixão de Dalva de Oliveira, já anunciava que o último pedido seria cumprido, da forma mais espontânea. O frio da madrugada e a chuva de todo o dia de quinta-feira não bastaram para afastar a povo de sua estrela. Depois de mais de 17 horas de vigília em torno do corpo, exposto no hall do Teatro João Caetano, o povo carioca tinha ainda para dar a maior demonstração de seu amor pela cantora. Às 14h40min, o corpo de Dalva de Oliveira era trazido para fora do teatro, onde seria colocado numa viatura da Polícia Militar. Trinta mil pessoas acotoveladas na Praça Tiradentes começaram a chorar, algumas a acenar seus lenços, ninguém escondia emoções. Depois, o corpo de Dalva de Oliveira percorreria a cidade, a caminho do cemitério Jardim da Saudade, no subúrbio.

O cortejo atravessou mais de uma dezena de bairros da Zona Norte – onde se concentrava o grande público de Dalva – e, então, ela teve seu último pedido inteiramente atendido: Meio milhão de pessoas espalharam-se pelas calçadas dos bairros e subúrbios por onde o corpo passava. Às 17h50min – duas horas depois de ter deixado a Praça Tiradentes, onde fora velado – o corpo de Dalva de Oliveira chegava ao Jardim da Saudade, para o sepultamento.



Um único fenômeno serve para mostrar o quanto à morte de Dalva de Oliveira foi sentida por cada um dos milhares de admiradores que foram ver seu corpo durante as 17 horas de velório e, depois, no caminho para o cemitério. A presença de muitos artistas famosos não inspiraram os habituais pedidos de autógrafos, badalações e abraços. O próprio povo se encarregou de impedir que a hora do adeus a um de seus maiores ídolos fosse transformada em festa, sob qualquer pretexto.


Na manhã de quinta-feira, em meio à visitação, uma mulher começou a gritar assim que chegou junto ao caixão. Ela estava na fila havia mais de três horas e, quando teve a crise nervosa os policiais tentaram afastá-la. Peri Ribeiro, filho de Dalva, a reconheceu, porém, e pediu aos guardas que a deixassem ficar. Choraram abraçados durante vários minutos, Peri e Dona Vanda Machado de Abreu, uma antiga e querida secretária de sua mãe.


Uma jovem, bem vestida, conseguiu romper a vigilância dos policiais, invadiu o cordão de isolamento e fotografou o rosto de Dalva, no caixão. Depois explicou-se: Ela é Paulista, viajou para o Rio especialmente para o enterro de sua cantora predileta e não iria embora sem uma foto, como recordação.

Minutos antes de ser evacuado o “hall” do teatro João Caetano, para a saída do caixão, uma mulher humilde desmaiou, depois de uma crise de nervos. Foi segurada por várias pessoas e, quando acordou, ainda em transe, começou a cantar, alto, tentando imitar a voz de Dalva: “QUE SERÁ DA MINHA VIDA SEM O EU AMOR?”

Ninguém viu, nem sabe como apareceu dentro do caixão de Dalva o papel amarelado, a mensagem escrita a mão, em versos:

“Parte, Dalva querida
Com todo o seu esplendor
A arte triste do amor
Vais viver uma nova vida.
Foste o rouxinol que encantou
Com seu canto que admirava
a arte você amava
até que a morte a levou.”

Era uma folha arrancada de um caderno. Embaixo do poema o admirador ainda escreveu: A memória da cantora Dalva de Oliveira, oferece, sinceramente o compositor Arthur Silva. Rio, 31-08-1972.
Os versos do compositor desconhecido foram encontrados entre as flores do caixão por Dona Hedimar Martins, irmã do compositor Herivelto Martins, o primeiro marido de Dalva.


UM TRISTE ANIVERSÁRIO PARA A AMIGA EMILINHA.

- "Não podia ter recebido pior presente de aniversário. Eu sempre quis ter essa querida amiga a meu lado, mas não assim."

Emilinha Borba chorava sem parar, repetindo essas palavras. Ela acabara de sair de uma missa em ação de graças que seus fãs mandaram rezar, por seu aniversário, exatamente no dia do sepultamento de Dalva de Oliveira:
-Estive com ela pela última vez, há mais ou menos uma semana. Ela havia melhorado, parecia que ia vencer mais uma vez. Pegou minha mão, beijou-me carinhosamente e confessou que, assim que saísse da cada de saúde, venderia sua casa em Jacarepaguá, para se mudar. Queria viver em Copacabana, perto de seus amigos. Cheguei a fazer promessa para N. S. Aparecida, mas Deus preferiu assim.

O REPOUSO DA RAINHA!

A multidão que compareceu ao Teatro João Caetano para levar seu adeus a Dalva de Oliveira reflete a opinião geral: ninguém se conforma com sua morte.

No saguão do Teatro João Caetano, seu rosto continuava com uma expressão calma e o vestido cor-de-rosa sumiu entre as flores. As pessoas iam entrando, assustadas, mas sem pressa, olhos inquietos.

O corpo de Dalva de Oliveira veio pouco depois das oito horas da noite de quarta-feira para o teatro. Chegou numa camionete simples, da Casa de Saúde Arnaldo de Morais, em Copacabana, onde tinha falecido horas atrás (às cinco e quinze da tarde). Já havia fila nessa hora, mas somente pouco depois das dez horas, Mônica Vanda, a primeira a chegar ao saguão conseguiu ver o rosto da cantora, sem atender o pedido do policial que lhe explicava, com cuidado, que outros fãs também queriam olhar (um pouquinho só) para Dalva. Vanda mora em Petrópolis e fez questão de perdeu último ônibus do dia para ficar no velório, onde comentava coisas que ninguém entendia bem: “Tem que haver o espírito humanitário nessas horas, afinal de contas, mãe é só uma e não há dinheiro que compense a perda dela.”
O Carioca passou a madrugada velando o corpo da sua estrela, entrou pela tarde e só saiu para levá-la até o cemitério Jardim da Saudade, o maior cortejo fúnebre dos últimos 15 anos.


Ao lado do caixão, Dora Lopes, uma velha amiga da família, lembrava sempre que “Dalva todo o tempo que esteve hospitalizada nunca falou em morrer. Tinha esperança que venceria a doença que a consumia. Só uma vez referiu-se à possibilidade de morte, quando me pediu que, se morresse, gostaria que seu enterro saísse do salão da sua casa, em Jacarepaguá ”.

Nos últimos dias, seu estado de saúde estava bem melhor e ela chegou a brincar com um dos médicos do hospital, programando uma feijoada em sua casa, à beira da piscina.

Com a notícia da sua morte, os amigos começaram a aparecer no velório: Régis Cardoso, Paulo Silvino, Billy Blanco, Sadi Cabral, Daniel Filho, Felipe Carone, Paulo Padilha, Luciene Franco, Paulo Gracindo, Jerry Adriani, Rosemary, Rubens de Falco, Moacir Deriquem, Célia Biar, Nora Ney, Paulo Goulart, Kátia Regina (e outras chacretes), Heloisa Helena, Jairzinho, Clóvis Bornay, Mauro Rosas, Zeni Ferreira, Leni de Andrade, Dora Lopes, Raul Sampaio, Paulo Moreno além dos familiares.
Em seguida, as primeiras cinco coroas, envidas por Marcos Lázaro, Benil Santos, Roberto Carlos, Flávio Cavalcanti e Wilson Simonal.

Durante os primeiros trinta minutos de visitação, mais de 700 pessoas já tinham visto Dalva.
De repente, um grito histérico, um desmaio. O baiano Édson Martins de Oliveira, 23 anos de idade, auxiliar de escritório, mas atualmente desempregado, não agüentou a verdade da morte e caiu. Foi levado até as poltronas, onde Nilze Fernandes, Diretora do Museu da Imagem e do som, passava a fita de duas horas, gravada pela artista, para que “os jornalistas tenham um material melhor de pesquisa”. Édson voltou a si pouco depois, quando procurou Peri Ribeiro, filho de Dalva, para que ele colocasse uma folha de papel entre as flores, com alguns versos que tinha feito para ela. Peri disse que depois colocaria e o rapaz foi conversar com Elizeth Cardoso, que acabara de chegar, juntamente com algumas amigas. Ela trouxe muitas rosas vermelhas, fortes, e vez questão de espalhá-las pelo caixão.


- “Deus deveria era de me levar e não a Dalva. Deus por que o senhor levou a Dalva? Ela fez tanta coisa pela gente. Injustiça!”
A fala de Bráulio, um mulato que surgiu pelas três da manhã trazendo uma angélica e o último disco da cantora, quebrou o silêncio. Ele preocupou até a Nirinha Martins, sempre muito perto de Dalva, que foi obrigada com jeito, a leva-lo para mais perto do caixão, onde Bráulio ficou rezando, de joelhos:

- “Deus, guardai com cuidado a alma desta mulher. Amém.”


91 comentários:

  1. DALVA COMO BEM DISSE HEITOR LILLA LOBOS É A MAIOR CANTORA POPULAR DO BRASIL! LINDA!!!

    ResponderExcluir
  2. Emocionante este texto e fotos! Um lindo trabalho de pesquisa, Paulo! Parabéns pelo blog sobre a nossa tão amada e inesquecível Estrela Dalva.


    Beijos e meu carinho.

    ResponderExcluir
  3. lendo a reportagem acima sobre a morte de Dalva, uma imensa tristeza invadiu meu peito. Um vazio pela ausência de alguém que jamais será subistituido. Longa vida a memoria de nossa rainha.

    ResponderExcluir
  4. Parabéns Paulo Henrique pelo Blog!!
    Que reportagem maravilhosa!
    Dalva merece ser amada cada vez mais, e reconhecida!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  5. Nossa, muito lindo esse blog! Paulo, que bela homenagem, fiquei admirada em saber que você tem só 20 anos. Parabéns pelo excelente gosto musical.

    ResponderExcluir
  6. E o Herivelto, por que não foi?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HERIVELTO NÃO PRESTAVA, VIVEU EXPLORANDO A DALVA E OUTRAS PESSOAS, ERA UM INCOMPETENTE, MALANDRO, VIVEU ENCOSTADO NO NOME DE DALVA. TBM NÃO ERA COMPOSITOR COISA NENHUMA, VIVIA ENCOSTADO NOS COMPOSITORES QUE FAZIAM AS MUSICAS E CONVENCIA A COLOCAR O NOME DELE TBM. SABE MALANDRO BOM DE LABIA, ERA ESSA CANALHA DO HERIVELTO.

      Excluir
  7. Dalva de Oliveira, uma mulher que viveu um amor intensamente e morreu por causa dele. O seu sofrimento, prova que antes de amarmos alguém, temos que nos amor muito mais.

    Eliane Santos da Silva

    ResponderExcluir
  8. Nossa, que trabalho maravilhoso.
    Nao conhecia a história de Dalva, mas com a minisserie me interessei e agora sei muita coisa. A vida e história de Dalva foi linda.

    ResponderExcluir
  9. BOA PERGUNTA! PQ O HERIVELTO NÃO FOI????

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ELE NÃO VALIA NADA MAS TINHA VERGONHA NA CARA!

      Excluir
  10. Não cheguei a conhecer, muito suas musicas, mais lendo sua tragetoria de vida ela era uma mulher muito forte...

    ResponderExcluir
  11. Não conhecia a Rainha da Voz, mais com a minisseria passei a gostar e a procurar, mais lê e procurando da pra entender o porque que Herivelto não foi, ele a amava tanto e magou demais Dalva e eu acho que ele sentiu vergonha de tudo que aconteceu, fora que naquela epoca o homem era muito machista ne!!!

    ResponderExcluir
  12. Paulo, estou encantada com sua reportagem... tenho assistido à minissérie e fiqei curiosa para saber mais sobre Dalva, que por sinal a cada descoberta se revela masi fascinante.
    Bom... sei que é impossível contar a vida deles em 5 capítulos, mas me parece que Herivelto nunca a amou de verdade, e ela sentia isto. Continuarei pesquisando a respeito. A propósito, como foi o acidente que ela sofreu? porque ela não consegue esquecer e por um ponto final?
    Bárbara
    blapbio@hotmail.com

    ResponderExcluir
  13. Simplesmente,fantástico.
    Parabéns,assistindo a minisérie,fiquei curiosa,muitas dúvidas ainda ficam no ar,mas os registros e declarações de outras celebridades que também já se foram,foi magnifico.
    Parabéns.

    ResponderExcluir
  14. Eu cresci ouvindo Dalva de Oliveira. Era uma pessoa rara, de imensa grandeza e um coração enorme. Cantava e amava com a alma. Acho que morreu de amor. É uma pena que Herivelto não correspondeu a esse amor tão bonito que ela sentia por ele. A minissérie está linda, pena que é muito curta. A Adriana Esteves está maravilhosa como Dalva. Parabéns de verdade pelo blog. Rosane, Jacarepaguá.

    ResponderExcluir
  15. A miniserie é maravilhosa, pena que muito curta.
    Parabéns pelo blog.
    Regina Copacabana

    ResponderExcluir
  16. Lindo, lindo o blog!!!!!
    Mas por que Herivelto não foi ao velório??? Ela morreu de hemorragia no esofago decorrente do que?? Qual era a doença dela??

    ResponderExcluir
  17. [red]a microsérie é de grande escalão;venho parabênizar o todos que participaram da mesma ;me emocionou com toda riquesa da história e relembrou tempos que já não voltam mais a minha avó.agradeço pela oportunidade de reviver o passado.

    ResponderExcluir
  18. Parabéns a Tv Globo por nos da este presente, relembrarmos da DIVA que cantava e falava de amor alimentando nossas almas.
    Edneia de Oliveira Viana Barros

    ResponderExcluir
  19. Vida de artista não é mole não. Principalmente quando o casal começa a ter desavenças por causa da fama e envolvimentos extra-conjugais. Dalva foi perdendo a razão e o raciocínio se tornou fraco tanto que teve o acidente com um veículo. Depois começou a beber e, logo com conhaque...acabou com ela ambos os vícios: Herivelto e a bebida. Um apena. A mini-série mostra o que eu sempre digo: se todas as mini-séries fossem os filmes de cinema brasileiro, eram sucessos mundialmente reconhecidas. Filme de cinema para mim é uma tragédia.

    ResponderExcluir
  20. Adorei teu blog,nossa a minisérie também está espetacular,só que muito curta,da vontade de pedir para não parar,cresci com minha mãe ouvindo Dalva de Oliveira,não sabia da história de vida,contagiante,e quem não deu credibilidade para Adriana Esteves,por ter sido escolhida para interpretar o papel,com certeza ficou perplexo,pois está envolvente e maravilhosa.

    ResponderExcluir
  21. Alexandre - Campinas - 9174 35197 de janeiro de 2010 19:46

    QUE VOZ MARAVILHOSA, FIQUEI ENCANTADO OUVINDO SEU CANTO, E SUA HUMILDADE AO FINAL DE CADA CANÇAO, GESTO LINDO SEMPRE COLOCANDO MAO NO PEITO...SO LAMENTO NAO TER VIVIDO A ÉPOCA DELA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. nossa alexandre eu tambem queria ter vivido nessa época; viajo no tempo pois curto demais as musicas dela, são lindas as letras nos faz sentir a emoção, sem contar que cantora canta com amor e coração como ela acho que não existe, tenho o dvd da minisérie acho que teria que ter passado mais coisas tem muitas misicas de Dalva que eu já tinha ouvido mas não sabia que era ela quem cantava,eu agradeço de todo coração ao paaulo pelo blog. pela informação que Deus te ilumine sempre.

      Excluir
  22. Diante deste história,percebe-se que todos eram apaixonados por Dalva,até Lourdes(a outra) caiu nos seus encantos e tornou-se amiga dela,só quem ela não conseguiu atrair,foi o seu grande amor Herivelto.
    Mas ele também teve que pagar um preço alto,se afastar daquilo que ele mais gostava,a música.
    Teu blog,até agora,é o mais completo e lindo,parabéns.

    ResponderExcluir
  23. Nossa... Que MUlher...não sabia que Herivelto era tão ruim...Dalva ainda VIVE. Chorei muito hoje. O melhor papael de ADRINA ESTEVES, vai ser o marco da carreira dela, mostrou que é uma grande atriz. PARABÉNS!!!!

    ResponderExcluir
  24. Parabéns ao blog,Parabéns a produção da minisérie, eu me emocionei no final,aquela música linda...Eu não sabia sobre a vida do casal Dalva e Herivelto..Parabéns e um agradecimento porque voce Dalva de Oliveira onde estiver no universo.. foi parte das nossas vidas..e eu era tão pequeno quando ela morreu...Lembrando também que a música bandeira branca até hoje é tocada no carnaval em vários lugares..

    ResponderExcluir
  25. JÁ TINHA MUITO OUVIDO FALAR DE DALVA DE OLIVEIRA, PORÉM NAO IMAGINA QUE ELA FOSSE DESSA FORMA TAO MARAVILHOSA E ÚNICA COMO ELA FOI, PENA QUE NAO VIVI ESSA ÉPOCA PARA SABER DE FATO E VER QUEM ERA ESSA MULHER TÃO EXTRAORDINARIA E CANTORA MARAVILHOSA QUE COM CERTEZA FOI UMA DAS MAIORES VOZES E CANTORAS DO PLANETA! TENHO CERTEZA QUE ELA ESTÁ DESCANSANDO EM PAZ JUNTO DE DEUS PAI TODO PODEROSA E DE NOSSA SENHORA NOSSA MÃE!!!

    ResponderExcluir
  26. Parabéns ao blog,Parabéns a produção da minisérie, eu me emocionei no final,NÃO GOSTEI DO HERIVELTO E ACHO QUE ELE TEVE MUITA INVEJA DO SUCESSO DELA E A ADIANA ESTEVES ESTEVE MARAVILHOSA PARABÉNS

    ResponderExcluir
  27. Eu chorei no ultimo capitulo, parabéns!!! MARAVILHOSO!! ANA PAULA 34 ANOS

    ResponderExcluir
  28. Me indentifiquei com a Dalva, pois sofro de amor, meu marido tem outra e me abandonou com um bb que vai fazer 1 aninho daqui alguns dias,me vi no futuro como ela, confesso que estou com medo pois estou doente em 3 meses de separação, o amor mata sim...Adorei a minissérie, parabéns a rede Globo...

    ResponderExcluir
  29. CHOREI MUITO E APRENDI QUE DEVEMOS GOSTAR PRIMEIRAMENTE DE NOS E DEPOIS PENSAR EM AMAR UMA PESSOA NA VERDADE ACHO QUE O HERIVELTO NUNCA AMOU ELA DALVA SE DEU DEMAIS PRA ELE MUITO LIDA A MINISSERIE E A ADRIANA ESTEVES SEM COMENTÁRIO ESTEVE ÓTIMA JA GOSTAVA DO TRABALHO DELA E AGORA APRENDI ADIMIRA-LA MUITO MAIS

    ResponderExcluir
  30. tenho esse nome dalva meu pai fez essa homenagem a ela a pedido da minha irmã que cantava todas musicas dela e eu aprendi a cantar linda a maior cantora pra mim morreu de amor.não compriendido .nunca vai ser esquecida.faltou presença do peri na mini serie. talvez ela e herivelto se encontraram do outro lado.parabens adriana esteves se consagrou .como nossa querida inesquecivel dalvaaaaaa

    ResponderExcluir
  31. maldito herivelto que deus tenha piedade da alma dele...que ser ruim... pc

    ResponderExcluir
  32. Me emocionei muito com a minisérie,o amor que Dalva sentiu transbordou para o mundo...Quando acordo e olho para o céu escuto sua voz que está pelo universo e assim me renovo com o mais puro e verdadeiro sentimento: o amor...

    ResponderExcluir
  33. Eu não conhecia e nem havia ouvido falar nela eu a_conhecí pela minisérie e me considero sua fã o mundo pode se dizer perdeu uma grande voz q me conquistou,só posso dizer q pena q ñ temos mais ela.

    ResponderExcluir
  34. Não sabia desta história ,nem a importancia da Dalva de Oliveira,a mini série foi muito importante para mostrar a quem não conhecew esta estrela .O HERIVELTO ERA INVEJOSO,interesseiro e rancoroso e falso
    A MINI SÉRIE FOI MARAVILHOSA,MAS A ADRIANA ESTEVES,ESTEVE TÃO MARAVILHOSA COMO NUNCA,ARRRRASOUUUU

    ResponderExcluir
  35. Estou emocionada.... ela me fez ver a grandeza do amor... beijos querida Estrela Dalva....
    tenha em mim a sua seguidora....
    Sara Veloso Icoaraci - Belem/Pa

    ResponderExcluir
  36. nossa to louca pra sair o dvd eu sofro de amor amo mais ele do que eu entao me coloquei no lugar dela o herivelto foi um cara sem compaixão nem no velorio compareceu e axo que foi no hospital que ela mais sofreu sabendo que ia morrer e o grande amor de sua vida nao ia ve-la e com serteza era isso que ela estava a esperar ver pela ultima vez o homem que a fez chorar...

    ResponderExcluir
  37. PARABÉNS,ADRIANA ESTEVES,EM CINCO DIAS ME DEIXOU GRUDADA JUNTO A TV,PEDINDO PARA ALGUÉM LIGAR E ME AVISAR PARA NÃO PERDER UM CAPITULO,DAVA UMA ANGUSTIA,QUEM NUNCA SOFREU POR AMOR? E GARANTO QUE TEM MUITOS QUE SE IDENTIFICARAM COM ESTA MULHER QUE NÃO USAVA MASCARAS,SÓ QUERIA ENTENDER PORQUE QUEM AMA SOFRE TANTO????
    ACREDITO QUE MUITOS DEIXARAM FLUIR AS DALVAS DE TODOS NÓS.
    PARABÉNS ADRIANA ESTEVES,GLOBO E AO BLOG

    ResponderExcluir
  38. Qualquer adjetivo para qualificar Dalva será muito menos do que ela foi para nossa música, não tinha idéia do que tinha sido Dalva até então, hoje sou profunda admiradora de seu trabalho, linda!!!Queria muito ter vivido tudo isso.

    ResponderExcluir
  39. Me apaixonei pela vida de Dalva... nao sabia nada sobre ela, e esta mini-serie despertou em mim uma grande curiosidade em saber mais sobre a vida desta estrela. Parabens pelo teu blog!!!

    ResponderExcluir
  40. Amei conhecer a história da Dalva, me identifiquei com ela, achei sua trajetória uma lição de vida.... de luta.
    Buscarei conhecer mais e mais a sua vida, amei a minisérie, parabenizo a produção que nos fez conhecer essa belíssima história.

    ResponderExcluir
  41. Que perfeição,as roupas,os carros de época,maravilhoso...
    Tantas histórias,tantos talentos...
    Adriana,interpretar um papel como este,não é para qualquer um,caiu como uma luva ,deu para calar os que não acreditavam em você.
    Parabéns ao blog,quando assiti ao término do mini seriado,as cenas(fotos) já tinha visto antes aqui neste blog maravilhoso.
    Parabéns.

    ResponderExcluir
  42. Também chorei neste final...linda história, parabéns pela interpretação de Adriana...Parabéns, pelo blog!!!

    ResponderExcluir
  43. DE muitos textos que lí, esse está mais completo.

    A cantora Dalva de Oliveira não é da minha época, mas como gosto de conhecer a época em que minha mãe vivia, eu fico sempre pesquisando os grandes nomes das épocas passadas, e como as mini-séries brasileiras nos ajudam a compreender melhor esses momentos, também aguçam nossa curiosidade, levando-nos a comparar-mos épocas passadas com nossa época atual.

    Eu na realidade gostaria de ter vivido na época em que minha mãe era jovem... Amo a cultura brasileira de épocas passadas. E arquivo sobre a Dalva de Oliveria me dá muito prazer, prazer em saber que a música apesar das várias mudanças ao longo dos anos, continua sendo uma grande ferramenta que mexe com toda uma geração, infelizmente nossa geração não compreender esse potencial e se conformam com qualquer coisa, e por isso temos uma sociedade rústica e sem sentimentos...

    Parabéns pelo trabalho de pesquisa e pela ousadia de publicá-lo. Ah! Visite meu blog: www.fatynha.blogspot.com

    Abraços!

    ResponderExcluir
  44. DALVA MORREU DE AMOR E HERIVELTO DE CIUMES PORQUE AMAVA ACHO QUE MAIS QUE DALVA.AMOR E ODIO VIVEM LADO A LADO....A D R I A N A E
    F A B I O....COM CERTEZA O TRABALHO PRA VCS
    SE ORGULHAREM PRO RESTO DA SUAS VIDAS. DENIS
    CARVALHO BRILHANTE MARIA ADELAIDE A CLAREZA
    NO TEXTO EMOCIONANTE.FUI MAQUIADOR DA TV TUPI
    EM SÃO PAULO ONDE TIVE A OPORTUNIDADE DE MAQUIAR A DIVA DALVA NO CLUB DOS ARTISTAS.É E
    SEMPRE SERA UMA DAS DIVAS DESTE PAIS.
    L A Z Z I N H O

    ResponderExcluir
  45. Nossa! Que linda homenagem de uma pessoa tão jovem.
    Me emocionei muito ao ver a foto de minha mãe Dora Lopes ao lado de Dalva. Ela tinha um grande carinho por Dalva e me lembro do dia de seu falecimento em que minha mãe foi ao enterro de sua grande amiga, foi triste demais.Olha que por uns instantes voltei ao passado! Hoje tenho 46 anos e duas filhas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. na verdade dora lopes foi uma das maiores cantoras do brasil com sua voz muito linda senpre eu vejo dora lopes cantando samba da madrugada foi um grande prazer ver a mensagem que voce escreveu

      Excluir
  46. Parabéns Pelo blog! Dalva merece isso e muito mais!
    Rede Globo de Televisão, parabéns! Nada como uma minisérie com tamanha emoção. A história de Dalva, Herivelto, Emilinha Borba, Dercy Gonçalves,Ataulfo Alves e vários outros, se misturam com essa história fascinante do RÁDIO no Brasil.
    Infelizmente, um tema tão excepcional merecia uma minisérie com um maior número de capítulos. Mesmo assim, obrigado Rede Globo por proporcionar-mos tamanho prazer. Faz bem à alma, aos olhos e aos ouvidos.

    ResponderExcluir
  47. Ela não do meu tempo na verdade nem a conhecia vi a mini serie na globo e me apaixonei pela Dalva, suas musicas e a interpretação maravilhosa que não vemos mas nos dias de hoje queria ter nacido naquela epoca para ter o prazer de conhece-la e ir em um show dela
    SAUDADES LINDA DALVA DE OLIVEIRA

    ResponderExcluir
  48. Tive contato com suas músicas através de meus pais. Era criança... e a mini série me levou ao passado e trouxe conhecimento. Não sabia nada da vida dessa excelente cantora Dalva de Oliveira. Parabéns!

    ResponderExcluir
  49. GOSTEI MUITO DA MINI SERIE TAMBEM GOSTARIA DE SABER PORQUE O CACHORRO DO HERIVELTON NAO FOI

    JUNIOR SÃO JOSE DO RIO PRETO SP

    ResponderExcluir
  50. Eu era criança e escutava no radio "bandeira branca' e nem imginava que era essa mlher fantastica q tinha essa voz. Era algo muito estranho, de outra galaxia, no meu circulo, na mminha cidade, as vozes eram de pessoas comuns.
    mas eu n ao entendia de nada.
    Eu so vim identificar Dalva numa reportagem de revista numa foto muito linda, em que dizia: 1O ANOS SEM DALVA", eu recortei e guardei.
    Esse ano era 1982.
    Quando meus cohecidos ouviam hits , eu ouvia dalva. "Tudo acabado entre nos..."
    A tv globo conseguiu fazer algo de valor.
    Alem de ter feito eu ficar em casa 5 noites, contando os minutos. pra choraR DE SAUDADE DA MAIOR CANTORA DO BRASIL.
    AGORA FALTA A SEGUNDA MAIOR CANTORA DO BRASIL Q DEUS LEVOU, UM SER HUMANO MARAVILHOSO
    CLARA NUNES!!
    DEUS TENH MISERICORDIA DESSAS ALMAS ILUMINADAS
    Q VIERAM PRA FAZER A GENTE FELIZ.
    tONI.

    ResponderExcluir
  51. Olá,
    Parabéns pelo blog! Gostaria de dizer que fiquei muito feliz em ver meu pai, José Henrique Chaves, grande amigo de Dalva e músico, está na foto onde aparecem Dora Lopes, Peri e, um pouco atrás, ao lado de Peri, de casaco branco.
    Quanta emoção!
    Você possui outras fotos? Se as tiver se comunique comigo ok. Posso trocar email.
    Obrigada

    ResponderExcluir
  52. Achei uma das melhores minisseries que a rede globulo de tv fez musica é tudo no país do carnaval....pricipalmente a historia

    ResponderExcluir
  53. Amanda Marins disse...
    Fiquei completamente apaixonada pela minissérie. Chorei muito no final. Sofri por ser jovem e por não ter cido agraciada de ter acompanhado o trabalho em tempo real.l

    ResponderExcluir
  54. Meu nome é Rachel e Estou imensamente sensibilizada pelo que acabei de ler sempre achei as músicas da Dalva de Oliveira muito lindas mais não sabia muito sobre a vida dela e essa materia tão bem detalhada e rica em fotos e depoimentos te parabenizo pelo bom gosto, sempre lembrarei das músicas dessa que para mim é a maior interprete Brasileira marcou uma época com certeza.

    ResponderExcluir
  55. Nunca tinha assistido uma miniserie na TV tão bela. A vida de Dalva é um exemplo para mulheres que amam demais.Quanto a Herivelto pode se considerar um ser humano sem frio,rancoroso, infeliz, porque se ele amasse tanto a lurdes como a filha fala, esse rancor pela Dalva seria superado. O amor transforma qualquer ser humano. Parabéns Rede Globo, a mini série foi a mulhor até agora.

    ResponderExcluir
  56. Simplesmente fora de série a história e a voz dessa grande diva dos Anos Dourados! E parabéns pelo trabalho tão carinhoso e sensível deste Blog em homenangear e eternizar Dalva de Oliveira!...

    Eram os Anos Dourados!...

    ResponderExcluir
  57. Nada mais terrível que perguntar a uma pessoa sobre uma música e a mesma responder "Ah,esta música não é do meu tempo",você é a prova viva que para ter cultura não é preciso ter idade,pois você é um jovem iluminado que estuda a música com muito carinho.
    O Mundo seria bem melhor se os jovens,como você,ocupassem o tempo estudando e fazendo algo útil,acrescentando informações para todos nós.
    Parabéns,o blog é maravilhoso.
    Pedido:Acrescente Clara Nunes e outras estrelas.

    ResponderExcluir
  58. ADOREI O DOCUMENTARIO SOBRE DALVA DE OLIVEIRA,ADORO SUA VOZ E SUAS MUSICAS.BONITO TRABALHO.

    ResponderExcluir
  59. so temos a agradecer o desempenho dos que organizaram este documentario, assim como nós hoje, nossos descendentes olharao estes arquivos num futuro nao muito distante e verao a grandiosidade da artista que o brasil perdeu em 1972, e que ficará em momeria eterna graças aos voluntarios que nao deixam a historia morrer.

    ResponderExcluir
  60. E imprecionante como hitorias das divas do passado nos comove ate hoje, uma historia de vida fantastica Dalva De Oliveira não so foi a rainha do radio mas sim de toda uma geração ,e rever estas historias nos fas viver um pouco toda sua trajetoria.

    ResponderExcluir
  61. sou dalva enquanto eu viver

    ResponderExcluir
  62. eu adorei a miniseri mas eu gostei que em pouco tempo a dalva fez maio sussesoooooooooooooooooooooooooooooo

    ResponderExcluir
  63. Cada dia me apaixono mais pelo blog, obrigado!

    ResponderExcluir
  64. gostaria de saber se o herivelto foi ao enterro de dalva de oliveira grata!
    karinaalves35@hotmail.com

    ResponderExcluir
  65. QUE PENA QUE ESTÁ GRANDE ESTRELA FOI-SE TÃO CEDO O BRASIL PAROU EM NAQUELE ANO E PARA TAMBÉM HOJE NA MEMÓRIA E NO CORAÇÃO DOS FAS E DO POVO BRASILEIRO. EU AMO DALVA DE OLIVEIRA. ESTOU CHORANDO HOJE POIS OUVIR OUTRA LINDA MUSICA DESTA GRANDE INTERPREDE DA MUSICA BRASILEIRA.
    TAVINHO-BAHIA

    ResponderExcluir
  66. Este texto informa e corta nossos corações!!!
    VIVA A ESTRELA DALVA DE OLIVEIRA!!!

    ResponderExcluir
  67. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  68. Ao ver este post, fiquei angustiado de tristeza pela morte da nossa Rainha Do Rádio, Dalva De Oliveira.
    Se não me engano, foi a 1º Rainha Do Rádio Brasileiro, pela legítima, n'aquela época, A Rádio Nacional Do Rio De Janeiro.
    Estou cada ves mais enriquecendo a minha discoteca, com artigos magníficos da discografia de Dalva De Oliveira, estou cedendo por sua efêmera voz.
    Vi por completo a micro-série dela.
    Chorei quando voltei a assistir na internet, no site da Adriana Esteves, que incorporou majestosamente bem.
    Eu tenho vinte sete anos, e odeio este tempo, maltido, em que eu vivo à chorar por não viver numa época como a Dalva De Oliveira viveu.
    Me recuso em aceitar o progresso destrutivo deste mundo, que sub-escreve com rejeição ao passado, para ostendar o atual papel borrado do presente. Na maioria das vezes, cada vez mais, o atual fugaz fica em evidência, para escamotear dos corações pesados dos enamorados, o inolvidável passado, que jamais para esses enamorados, o belo passado, será coberto pelas tintas berrantes do presente pink.
    Daria a minha alma para viver neste passado.
    Acredito em espiritismo, tenho um pé para isso, talvés fui meu avô, tenho uns sinais dele, por isso a minha devoção por tudo que é sagrado do passado, e não pelo atual profano.
    Quando ira graduar-se?
    Pergunto, por causa que estou montando uma emissora com vários veículos de comunicação, por tanto, preciso de um funcionário que cuide da parte da história da música, e de outros serviços de dentro da emissora, que necessite de um historiador do seu calibre.
    Sinceramente, você tem um fortissimo potencial, isso se vê na sua pouca idade, com muito empenho pelo rico passado que preza, gosta da cantora que eu gosto, não é um rapaz como os outros, isso conta, com essa idade sendo concursado público, é uma glória, graduando-se em história, é para poucos na sua idade, tendo uma inteligência como tens.
    Você tem quanto de Q.I.?
    Você é um portento!!
    Sem delongas e nem milongas, termino.
    Ass.: Gogollo Pena

    ResponderExcluir
  69. achei maravilhoso a interpretação de fábio assunção e adriana esteves, contando a história dessa cantora maravilhosa que foi a dalva de oliveira.

    ResponderExcluir
  70. O LÚCIO MAURO também compareceu ao velório da DALVA,pois ele não é citado no blog.
    Eu era vizinho dela em jacarepaguá,foi muito triste.
    ass.Tadeu ubaldo

    ResponderExcluir
  71. DALVA TINHA VOZ DE VELUDO QUE TRAZ PAZ E TRANQUILIDADE EM MEIO A ESTE CAOS QUE VIROU O MUNDO! UMA VOZ UNICA! HERIVELTO NÃO SOUBE DAR VALOR NO TESOURO QUE TINHA AO SEU LADO! PARABÊNS PELO BLOG PAULO HENRIQUE! UM ABRAÇO DO SEU CHARA PAULO ROBERTO!

    ResponderExcluir
  72. ESTRELA DALVA,NO CÉU DESPONTA,E A LUA ANDA TONTA COM TAMANHO ESPLENDOR.......ÁH...PORQUE DEUS Á LEVOU TÃO CEDO?PORQUE?.....MAS COMO A EMPREGADA DISSE NA MINISSERIE PARA A MÃE DE DALVA:?''NÃO REZEM PARA ELA MELHORAR,REZEM PARA O QUE FOR MELHOR PARA ELA''.......SE DEUS QUIS ASSIM!QUEM IRÁ QUESTIONAR A OBRA DO ALTÍSSIMO?......DUAS VOZES QUE SE FORAM CEDO:FRANCISCO ALVES E A ESTRELA DALVA.....LAMENTO MUITO NÃO TER NASCIDO NAQUELA ÉPOCA PRA ACOMPANHAR O SUCESSO DE DALVA,EMILINHA,FRANCISCO ALVES,LINDA BATISTA,DIRCINHA BATISTA,GRANDE OTELO,ATAULFO ALVES E MUITOS OUTROS! PARABÉNS PELO BLOG PAULO HENRIQUE!

    ResponderExcluir
  73. gogollo 1º rainha do rádio foi florinda grandino,linda batista!eu adorava as duas,uma melhor que a outra,vozes lindas.....

    ResponderExcluir
  74. No Teatro João Caetano carioca, Dalva de Oliveira foi velada e, no Teatro João Caetano paulista, foi relembrada no espetáculo musical "Viva Dalva", nos dias 1º, 7 e 8 de setembro, com casa lotada. Louvo sua iniciativa, Paulo Henrique. Foi um prazer conhecê-lo. Que Deus o bendiga com muitos êxitos. Saudações e bênçãos. Z.A. Feitosa

    ResponderExcluir
  75. bonito blog uma homenagem justa a rainha da voz de ouro do radio ! eu tinha apenas 1mes de idade quando ela partiu,escuto suas musicas até hj e confesso que não existira mais cantora como dalva de oliveira ! um grande abraço a todos seus fãs que deus a tenha em um otimo lugar! beijo em seu coração!

    ResponderExcluir
  76. para mim dalva de oliveira foi cantora da voz mais marcante da musica brasileira eu acho deviao fazer mais reportagems com o none de dalva entreoutras grandes divas como odete amaral linda batista entre outras que estao apagadas da memoria da maioria dos brasileiros

    ResponderExcluir
  77. parabens pelo blog da nossa rainha eterna dalva de oliveira ela sera eterna rainha da voz nossa edith piah amo sua voz lembra minha infancia k saudade

    ResponderExcluir
  78. Ontem me emocionei ao assistir a história de Dalva de Oliveira. Tenho 42 anos e conheço grande parte do repertório dela e de vários artistas da época, pois meus pais sempre gostaram de boa música. O que me deixa mais envaidecida, é que minhas filhas curtem minhas músicas e até ouvem quando não estou em casa. Parabéns pelo documentário.

    ResponderExcluir
  79. Cresci ouvindo Dalva de Oliveira cantando na vitrola da casa de meus pais e com minha mãe a repetir os lindos versos de suas canções.
    Tinha 8 anos quando ela faleceu, lembro até hoje o carro que conduzia seu corpo chegando no Jardim da Saudade onde minha mãe fez questão de me levar para dar sua última homenagem a maior cantora do Brasil.

    ResponderExcluir
  80. Gostaria de saber quais são as mais fortes contradições entre a real história de Dalva e a minissérie exibida na globo.

    ResponderExcluir
  81. Gostaria de saber quais são as mais fortes contradições entre a real história de Dalva e a minissérie exibida na globo.

    ResponderExcluir
  82. A voz mais linda que o Brasil já consagrou, em seu cancioneiro popular. Inesquecível e insubstituível.

    ResponderExcluir
  83. Embora seja de outra geração, sempre admirei Dalva de Oliveira. Uma voz e interpretação cheia de sentimento e profundidade. Obrigado por nos ofertar esse trabalho.

    ResponderExcluir
  84. A maior cantora de todos os tempos.Fico muito Feliz em saber Que um jovem de 20 anos tem toda essa admiração,parabéns pelo blog um grande abraço fica com Deus.

    ResponderExcluir
  85. amo nossos verdadeiros artistas dalva sempre dalva amoooo

    ResponderExcluir