30 de setembro de 2014

DICAS DE LEITURA: “Banho de Lua - Tony e Celly Campello” (Trajetória do Rock’n roll no Brasil – Período 1955 / 1965)


Capa da obra
Dia 20 de setembro, foi lançado, em rede nacional, o novo livro do escritor paulista e jornalista Thiago de Menezes: 
“Banho de Lua - Tony e Celly Campello” (Trajetória do Rock’n roll no Brasil – Período 1955 / 1965).

Resumo da obra: "Em março de 1958 foi lançado o disco gravado por aquela que seria, junto com seu irmão Tony Campello, os primeiros e dos maiores ícones da música jovem brasileira: Celly Campello! Em 1961, ela e Sérgio Murilo, juntamente, recebem o título de ‘Rei e Rainha do Rock’, pela primeira revista de rock feita no Brasil: a Revista do Rock. Celly foi considerada a ‘Rainha do Rock’ e Tony era o primeiro grande representante da primeira geração do rock no Brasil. Mas foi de fato com “Estúpido Cupido”, versão em português escrita por Fred Jorge para o grande hit americano, "Stupid Cupid" de Neil Sedaka e Howard Greenfield, que o nome de Celly Campello passaria a ser conhecido. Ela estourou nas paradas de sucesso do Brasil em 1959 com 120 mil cópias vendidas do disco. Depois veio o sucesso “Banho de Lua”, até que ela abandona a carreira artística pelo casamento”
Pedidos de livros pelo E-mail: thiagorfmenezes@yahoo.com.br

11 de junho de 2014

DALVA DE OLIVEIRA e o Rio de Janeiro

   (Foto: Revista Carioca - 24-02-1949, p.38)

18 de abril de 2014

Dalva no filme "Um beijo roubado" - 1950

Dalva de Oliveira canta "Meu coração é um tamborim" (Vicente de Paiva e Mário Rossi), número musical do filme "Um beijo roubado" (dir: Léo Marten / 1950).

18 de setembro de 2013

Maria Bethânia fala sobre sua visita ao Cantinho Dalva de Oliveira, depois canta "Foge de mim".

Maria Bethânia relata sua visita ao cantinho "Dalva de Oliveira" em homenagem à cantora. Depois canta a música "Foge de mim" do repertório de Dalva. Gravado no Teatro da Praia, Rio de Janeiro em 1977. Acervo: Bruno AF Lima - Fã de Maria Bethânia.