28 de agosto de 2011

DALVA DE OLIVEIRA E PERY RIBEIRO NO PROGRAMA HEBE CAMARGO - 1971

2 comentários:

  1. Esse foi um ótimo achado. Parabéns pela pesquisa.

    ResponderExcluir
  2. Estou simplesmente emocionada e encantada com o seu blog. Sou cunhada de um sobrinho da Dalva de Oliveira(ele é casado com minha irmã), e, aos cinquenta anos, "descobri" a cantora, a pessoa humana da Dalva e todo o legado musical extraordinário de Dalva e Herivelto. Desde meus 12 anos tenho contato com a família dela por parte de duas de suas irmãs mas infelizmente eu nunca aprofundei estas relações. Muito eventualmente o Pery Ribeiro visitava minha irmã e meu cunhado, mas, pasme: eu nunca o conheci pessoalmente!! Pouco antes do seu falecimento minha irmã me convidou a conhecê-lo e eu - que já o admirava muito, disse: fica para a próxima visita e assim, perdi esta oportunidade, e depois fiquei arrasada. Aprendi a admirá-lo pelo seu programa na Rádio Roquete Pinto (estatal do RJ), onde ele resgatava músicas muito antigas numa delicadeza e beleza raríssima nos dias de hoje. Eu canto como contralto em coral e tenho "descoberto" por mim mesma músicas inacreditáveis cantadas por Dalva... Vi a minissérie (confesso que foi o que me despertou de fato, até pela curiosa proximidade) e li o livro de Pery Ribeiro e Ana Duarte. Hoje penso que deveria haver um Museu inteiramente dedicado à Dalva, pois ela realmente cantava com o coração, com a alma, alcançando agudos que creio somente as cantoras líricas conseguem, nossa!... bem como um documentário. Mas sei que tudo tem que ter a anuência da família e espero que um dia isso possa ocorrer. Na década de 80 cantávamos com o meu cunhado Ave Maria do Morro, pois meu irmão era também músico e tinha um grupo musical, e foram momentos muito felizes. E até hoje quando estamos juntos gostamos de cantar a Ave Maria do Morro, e por fim... é de certo modo uma música muito, muito afetiva na minha vida. Um abraço, preferi manter anonimato pois na internet ficamos expostos demais. Parabéns de verdade e sua idade confirma que a música e o talento verdadeiro é para sempre.

    ResponderExcluir